Navegação de Posts

Quais são os efeitos colaterais da Talidomida?

Os  efeitos  colaterais  mais  comuns  associados  à talidomida são:

  • Sonolência-sensação de sonolência ou de fadiga.
  • Neuropatia periférica-sensação de formigamento ou dormência nos braços, mãos e/ou pés.
  • Tontura-Sensação de desequilíbrio.
  • Constipação-estado produzido por alteração do transito intestinal gerando retenção das fezes ou dificuldade na sua evacuação, prisão de ventre.
  • Rash-erupção na pele.
  • Leucopenia-baixa  contagem  de  glóbulos brancos.

Outros efeitos colaterais têm sido relatados embora esporadicamente. Qualquer efeito colateral sentido por um paciente durante um tratamento deve ser discutido com seu médico ou enfermeira, assim que possível. Além disso, quaisquer mudanças na saúde
de maneira geral devem ser relatadas a um profissional de saúde. Nunca tome  nenhum
medicamento antes de falar com seu médico.

Sonolência

A talidomida  freqüentemente causa sonolência. Os métodos abaixo podem ajudar a aliviar estes efeitos colaterais:

  • Tomar a talidomida na hora de ir dormir.
  • Evitar o uso de outras drogas que podem causar a sonolência enquanto estiver tomando talidomida.
  • Sob prescrição médica tomar outras drogas que ajudem a aliviar a sonolência Evitar a ingestão de álcool. Atividades que a sonolência pode ser um problema devem ser evitadas. Habilidades físicas e mentais necessárias para execução de tarefas de risco,  como dirigir  um carro,  podem ser prejudicadas.

Neuropatia periférica

O enfraquecimento dos  nervos  nas  extremidades (mãos,  braços,  pernas,  pés)  é  conhecido  como neuropatia periférica.  Este efeito colateral  é suave, causando  formigamento  nas  mãos  e  nos  pés; raramente se apresenta de forma severa e dolorosa. Ocorre tipicamente após um longo período tomando talidomida, mas pode por vezes ocorrer mais cedo. As dicas abaixo podem ajudar a aliviar sintomas da
neuropatia periférica:

  • Caminhadas e outras formas de se exercitar.
  • Evitar calçados apertados e meias com elástico.
  • Com a orientação do seu médico, reduzir a dose de talidomida.
  • Com orientação do seu médico, utilizar outros medicamentos  para  alivio  da  neuropatia periférica.
  • Um médico deve ser notificado se ocorrerqualquer sintoma da neuropatia periférica. Se os efeitos colaterais forem severos, a terapia com talidomida poderá ser interrompida.

Tontura

Quando se toma talidomida pode ocorrer tontura. Para aliviar este sintoma, antes de sair da cama, sente-se e espere alguns minutos.

Constipação

A constipação pode ocorrer durante o tratamento com talidomida; entretanto, a constipação raramente é severa. A prevenção é a melhor maneira de evitá-la. As
dicas abaixo podem ajudar a aliviar a constipação:

  • Ingerir pelo menos oito copos de água ou outros líquidos por dia.
  • Ingerir uma boa dose de fibras pela manhã, tal como suco de ameixa, suco de maçã, etc.
  • Exercitar-se.
  • Com prescrição médica utilizar-se de laxantes.

Se a constipação se tornar severa, a dose da talidomida pode ser reduzida ou  o  tratamento temporariamente interrompido.

Rash (erupções)

Em alguns casos, podem ocorrer erupções cutâneas com a utilização de talidomida. Erupções leves (pele vermelha ou descolorada) geralmente começam no tronco e se espalham pelos braços e pelos pés. As erupções leves podem ser aliviadas das seguintes maneiras:

  • Com prescrição médica de anti-histaminicos e de corticóides tópicos.
  • Para aliviar a pele seca, utilizar uma loção de Calêndula  ou  creme  de  manteiga  de cacau,sabonete de aveia, creme Eucerin®, etc.

As erupções freqüentemente desaparecem espontaneamente após aproximadamente 10 a 14 dias de tratamento. Reações raras incluem a síndrome de Stevens-Johnson e  necrólise tóxica epidermial (TEN). Sintomas da síndrome de Stevens-Johnson incluem
febre persistente, rash cutâneo, bolhas ou manchas vermelhas na pele, nos olhos, nas  orelhas, no nariz e na área genital. TEN é caracterizada pelo aparecimento de bolhas e esfoliação muco cutânea intensa. O médico deve ser contatado imediatamente em caso de febre e/ou queda de pressão arterial.

Leucopenia

A Talidomida pode às vezes causar uma diminuição nos glóbulos brancos do sangue.  Esta condição é chamada leucopenia. Por esta razão é necessária a realização de exames de sangue regularmente. Se a contagem dos glóbulos brancos ficar muito baixa a dose de talidomida pode ser modificada ou o tratamento interrompido.

Quem não deve tomar talidomida?

Se a talidomida for tomada durante a gravidez, pode causar defeitos de nascença graves ou a morte do feto. A talidomida nunca deve ser usada por mulheres grávidas  ou  que  possam engravidar durante o tratamento com a droga. A talidomida pode ser
detectada  no  esperma  masculino. Portanto tanto homens como mulheres são solicitados a seguir rigorosamente  regras  de  controle  de  natalidade
durante o tratamento com talidomida.

Como talidomida é administrada?

A talidomida está disponível em comprimidos. A dose será determinada de acordo com o tratamento a ser seguido. A tolerância do corpo à medicação também influi na  determinação da dosagem. A dose pode ser gradualmente aumentada ao longo do tempo. O gradativo aumento garante que a dose mais eficaz seja administrada com a maior segurança possível. Se surgirem efeitos colaterais seu médico deve ser notificado
imediatamente. Pode ser necessária a redução da dose ou a interrupção do tratamento. A alteração da dose deve ser feita apenas por indicação do seu médico.


Compartilhe no Facebook

Digite abaixo seu endereço de email para ficar informado sobre novidades, pesquisas clínicas, notícias e novos tratamentos. (Seu e-mail não será divulgado).
Após digitá-lo, clique em ENVIAR

Feito isso, acesse seu e-mail e confirme a mensagem que enviaremos até você



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>